Participação versus utilização

Uma das questões abordadas na Formação SEDIC foi a participação dos utilizadores em iniciativas Web 2.0 O próprio blog é prova de que a participação é reduzidíssima (10 a 30 comentários por post) se contarmos o número de inscritos. A realidade da fraca participação não deve ser tomada  como um fracasso do blog ou como uma iniciativa que não interessa aos profissionais a que prioritariamente se dirige. Também se deve ter em conta a quase falta de tradição de iniciativa privada e participação do cidadão em países como Portugal e Espanha.

Se a participação é baixa, não duvido que o blog e a wiki em si não sejam e não venham a ser ferramentas de referência para a profissão, quer pela familiaridade dos temas, quer pela selecção dos recursos e pela ênfase em casos práticos ou ainda pela extensão geográfica da comunidade que serve e de que se alimenta.

Apesar de compreender a fraca participação, creio que seria um indicador muito positivo que os profissionais da documentação e da informação se mostrassem ligeiramente mais participativos que o cidadão comum. Não tenho dúvidas que muito mudaria, não tanto pelos conteúdos comunicados, mas pelo facto de haver mudança na atitude.