Uso e investigação

No III Encuentro Ibérico de Docentes e Investigadores en Información y Documentación, Miquel Térmens [Departamento de Biblioteconomia e Documentação da Universidade de Barcelona] lançou uma proposta de estudo da investigação de uma instituição a partir do uso das revistas electrónicas.

Está mais ou menos estabelecida a prática de medir a produção em investigação através do número de artigos científicos e teses publicadas. A análise das referências de trabalhos por outros é também um indicador desse dinamismo e impacto da investigação. Nesta proposta, porém, o facto mais interessante é focar a análise não no resultado da investigação, mas no processo que a antecede e a alimenta, ou seja, no consumo de informação pelos investigadores.

Os resultados apresentados circunscreveram-se ao estudo do Consorcio de Bibliotecas Universitarias de Cataluña (CBUC) e às revistas electrónicas.

Foi possível concluir que havia assimetrias significativas no uso das revistas electrónicas pelas diferentes instituições do consórcio e que a um maior consumo estava associado um nível de investigação superior.

Em suma, os estudos de uso dos recursos devem servir para gerir as colecções e medir a satisfação dos utilizadores, mas também constituem um indicador interessante para a avaliação da investigação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s